The Undergen

Vamos divulgar o forum na guild, almentar a participação dos membros.
 
InícioPortalGaleriaFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Inimigos Brutais

Ir em baixo 
AutorMensagem
kaleon
Recruta
Recruta
avatar

Número de Mensagens : 94
Idade : 31
Localização : Queimas-Ba
Humor : de bem com a vida, só não vacile ^^
Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: Inimigos Brutais   Sex Set 12, 2008 8:53 am

Chegou a hora de conhece aquele q talvez seja a raça mais temido de todas, os orcs Razz

Os Que Nasceram no Mundo Vermelho

Facção - Horda
Classes - Hunter, Rogue, Shaman, Warlock, Warrior
Capital - Orgrimmar
Líderes - Thrall
Montaria - Lobo
Mundo Natal - Draenor
Língua - Orcish

Os Orcs de pele verde são uma das raças mais numerosas em Azeroth. Nascidos no mundo de Draenor, os orcs chegaram a Azeroth através do portal dimensional conhecido como Dark Portal e começaram uma guerra contra os humanos sobre influência da Burning Legion.

Os orcs cultivavam uma nobre sociedade shaman em Draenor. Tragicalmente, os Orcs foram corrompidos pela Burning Legion e usados como peões na invasão a Azeroth. Os orcs conseguiram se rebelar, liderados pelo jovem Warchief Thrall, os orcs retomaram sua força e honra. Os orcs saíram de Eastern Kingdoms para Kalimdor, e fundaram a nação de Durotar.

Para seus inimigos, eles são brutais e oponentes sem medo, sem paralelo com sua ferocidade e esperteza. Para seus aliados, eles são nobres e honrado, seguindo as tradições de seus antepassados. Os orcs de Lordaeron são parte de uma raça que conseguiu achar seu verdadeiro espírito novamente, desviando-se das práticas cruéis de magias arcana e demoníacas para o caminho da sabedoria e poder. Alguns orcs ainda continuam com as práticas do passado, mas seu tempo está acabando. Sendo brutais em combate, os orcs lutam com a beleza de uma fera e uma paixão brutal que se iguala a mais fina nobreza dos elfos. Para um orc, habilidade em batalha trás grande honra. É um conceito de honra pessoal que prevalece na sociedade dos orcs, um conceito que fez dessa raça a mais ameaçadora para a Aliança. Assim que um Orc cria honra para seu nome e para seu clã, os anciões lhes dão um segundo nome baseado em suas façanhas.

História

História Recente

Os orcs de Draenor viviam em uma nobre sociedade shaman, andando de tribo em tribo nas verdejantes terras de Nagrand no mundo perdido de Draenor, por mais de 5.000 anos. Eles viviam em paz com os draeneis e estavam em guerra com os ogros. Com o tempo, a presença dos draeneis atraiu a Burning Legion para Draenor. Depois de investigar o mundo, o poderoso senhor dos demônios Kil’jaeden convenceu o respeitado shaman Ner’zhul em fazer um trato com ele. Ele convenceu Ner’zhul que os draeneis estavam conspirando contra os Orcs, e eles estavam planejando um ataque. Em troca pelos seus serviços para a Burning Legion, Ner’zhul e todos os seus orcs receberam o poder necessário para conquistar novos territórios, e Kil’jaeden estaria com um exército capaz de destruir os draeneis. Para obter esse poder, os orcs precisariam antes beber do sangue de Mannoroth o Destruidor, um poderoso Senhor das profundezas da Burning Legion. Grom Hellscream foi um dos primeiros a beber, e facilmente convenceu os outros chefes e seus clãs a seguir o mesmo caminho. Isso os colocou sob a Blood Curse.

O Nascimento da Horda

Com o assassinato em massa dos draeneis, os elementais negaram ajuda aos orcs em sua guerra. Com a negação dos elementais os Orcs se voltaram para Ner’zhul. Gul’dan estava elegendo um novo líder na Horda. Lentamente a raça inteira foi corrompida em clãs que mais tarde entrariam para a Horda. Nas próximas decadas, os draeneis e várias raças indígenas de Draenor foram quase totalmente destruídas. Completamente devorados pela sua força demoníaca e sem muitas outras raças para lutar, muitos orcs começaram a lutar entre si. Um caos total veio sobre a sociedade dos orcs. Os poucos draeneis que sobraram tomaram vantagem disso e começaram uma campanha de guerrilha que continua até hoje.

Durante esse tempo, Ner’zhul, não mais iria observar sua raça se destruindo, traído por Kil’jaeden, Gul’dan foi colocado no lugar do Líder Espiritual dos clãs. Gul’dan pouco se preoucupava com a Horda e facilmente concordou em seguir Kil’jaeden em troca por mais poder. Kil’jaeden ensinou Gul’dan a como se proteger dentro de Twisting Nether e como conviver com a morte. Gul’dan foi alterado por esses encontros e a cada vez queria mais poder. Gul’dan também mudou a maneira como os Orcs eram regidos. Ele deu a Blackhand o título de Warchief durante essa guerra.

Gul’dan reuniu todos os warlocks que compartilharam um acordo para um poder imenso e tentou compartilhar seu conhecimento de comunhão com a morte. Os que falharam não sobreviveram. Os poucos warlocks que sobreviveram formaram os ranks iniciais da Shadow Council. Com uma cuidadosa manipulação, a Shadow Council virou a real regente da Horda, com os chefes dos clãs sobre suas tumbas. A Shadow Council conseguiu pacificar os clãs da Horda com a promessa de novas terras para conquistar em outros mundos. Gul’dan e seus warlocks foram para Twisting Nether, numa busca desesperada por novos mundos para a Horda conquistar antes que os clãs explodissem fora de controle. Gul’dan também fundou as escolas de Necromancia para expandir as magias demoníacas para mais e mais orcs.

Visões com Medivh

Uma noite, uma entidade extremamente poderosa tocou os ensinamentos de muitos orcs warlocks. Gul’dan tentou avisar Kil’jaeden do que essa nova presença poderia ser, mas ele não recebeu nenhuma resposta. Se o próprio mestre de Gul’dan, Kil’jaeden, estava assustado com essa entidade, então isso poderia ser uma poderosa ferramenta para Gul’dan se ele pudesse restabelecer contato com ele. Semanas depois, Gul’dan tentou provar as idéias deste Medivh, mas a mente de Medivh se movia muito rápido para que Gul’dan pudesse conseguir algo de valor. Gul’dan percebeu que Medivh estava tentando fazer a mesma coisa, e não queria que Medivh tivesse vantagem e rapidamente cortou o contato.

Semanas mais tarde, Medivh retornou para os sonhos dos warlocks de Draenor, e apresentaram a eles imagens do mundo de Azeroth. O Shadow Council, concentraram o debate sobre as verdadeiras intenções de Medivh, decididos a fazer um contrato com Medivh se ele pudesse criar um caminho para levar a horda para Azeroth. Os warlocks que não eram do Shadow Council, mas que também tiveram a visão, foram mortos para permitir que a Horda se preparasse para uma nova invasão. Semanas passaram sem uma única palavra de Medivh. Alguns membros do Council acreditaram que Medivh estava brincando com eles. Mas então, um dia, o caminho apareceu.

A Guerra Continua

Sobre a liderança de Blackhand, a ordem foi restaurada. Isso foi logo após Medivh fazer contato novamente com Gul’dan. Medivh parecia cada vez mais poderoso e insano. Medivh ordenou que Gul’dan destruísse o reino de Stormwind e fizesse com que Medivh fosse o novo regente dos humanos. Inicialmente Gul’dan negou a proposta de Medivh; depois de tudo, a Horda tinha um novo alvo. Desesperado para ver seu plano acontecer, Medivh prometeu a Gul’dan que revelaria a localização da Tumba de Sargeras, o Senhor da Burning Legion e o mestre de Kil’jaeden. Então a Primeira Guerra entre a Horda e os humanos de Azertoh ocorreu, terminando com a destruição do reino de Stormwind.

Perto do início do conflito o Frostwolf Clan, o único clã de orcs que rejeitaram os poderes demoníacos de Kil’jaeden, se exilou em Azeroth e seu líder Durotan foi assassinado pelo exército de Gul’dan como um aviso. Seu jovem filho foi deixado para a morte e foi levado para Lordaeron por um nobre humano que escapava da carnificina de Stormwind. Os Frostwolves, fugiram para as longínquas montanhas do norte.

Com o fim da guerra, um ataque foi lançado pelos humanos para matar o traidor Medivh. Com Medivh sendo atacado, Gul’dan sentiu o trauma psíquico que Medivh emanava e teve a chance de obter o poder de Sargeras. Ele entrou na mente de Medivh e tentou roubar a localização da Tumba de Sargeras enquanto Medivh estava enfraquecido e distraído. Foi neste momento que Medivh morreu. Gul’dan, que estava em sua mente no momento da morte, entrou em coma.

Quando ele acordou, Gul’dan viu que tinha um poder maior dentro da horda. Blackhand o destruídor foi expulso por Orgrim Doomhammer depois que ele percebeu que as regras de Blackhand estava corrompendo a Horda. Doomhammer não era tão influênciável enquanto Blackhand era e rapidamente descobriu que a presença da Shadow Council era um erro para os Orcs. Ele erradicou completamente o Conselho com acusações de traição. Gul’dan só sobreviveu por ‘fingir’ se aliar a Doomhammer e prometendo dar um enorme exército de morto-vivos para a Horda. Ele criou o Stormreaver Clan e começou o processo de reanimar corpos de Knights mortos usando os espíritos dos membros da Shadow Council mortos.

Esses novos Death Knights, junto com outras vantagens (como a captura da rainha dos dragões vermelhos), deu a Horda força suficente para avançar para norte, atacando todas as nações da Aliança e humana (Lordaeron, Stromgarde, Kul Tiras, Gilneas, Alterac e as forças mágicas de Dalaran). A nação elfica de Quel’Thalas enviou reforços para a Aliança, e depois de tomar suas amadas terras de Khaz Modan, os anões e os gnomos cresceram dentro da Aliança. A traição de Alterac para a Aliança pareceu ser o sopro da morte - mas antes que a vitória dos orcs terminasse, a própria Horda sofreu uma traição.

Traição de Gul’dan

Acreditando que a vitória seria inevitável, Gul’dan convenceu Cho’gall do Twilight’s Hammer de que ele conhecia a localização da Tumba de Sargeras. Juntos, com o Stormreaver clan, eles abandonaram seus postos e foram tomar o poder demoníaco para si. A perda de quase três exércitos da Horda fez com que ela parasse na porta de Lordaeron. Doomhammer, furioso com a traição nesse momento crítico, empurrou muito da Horda para fora para acabar com os clãs e seus líderes. Isso permitiu que as forças da Aliança acabassem com a Horda. Com a destruição do Dark Portal, a segunda guerra acabou. Um grande número de poderosos homens no reino de Lordaeron queriam que os orcs fossem executados, Rei Terenas os ignorou e os colocou em campos de concentração na esperança de que em alguns dias eles se perdessem em sua corrupção. Naquele local, fora de suas fontes demoníacas e sem sua “fel stamina”, os orcs se enfraqueceram.

A Volta de Thrall

Vários anos depois da Segunda Guerra, o filho de Durotan, Thrall, fugindo de seu cruel mestre humano Aedelas Blackmoore no campo de internação de Durnholde começou a procurar o resto de seu povo. Em suas viagens ele encontrou Grom Hellscream, que junto com seu clã Warsong estava se escondendo nas terras perdidas de Azeroth na esperança de outras conquistas. Thrall ficou amigo de Grom e eventualmente encontrou Orgrim Doomhammer, que escapou das prisões humanas vários anos antes. De Doomhammer ele aprendeu sobre seu pai e sobre o clã Frostwolf, e a traição de seu pai com a Shadow Council. Depois de descobrir isso, Thrall foi para as fortalezas dos exilados do Clã Frostwolf, onde ele aprendeu dos shamans sobre as nobres herança dos orcs e como ela foi corrompida pelos demônios. Thrall começou a libertar seu povo de todas as prisões, e embarcou no caminho dos shamans. Junto com Grom e Doomhammer, Thrall teve sucesso em ataque após ataque nos campos de concentração de orcs. Era difícil libertar os orcs de seu vício, mas Thrall conseguiu provar a eles que seus destinos não era aquele e com isso ele começou a nova Horda. Infelizmente e ironicamente, durante um ataque a Durnholde, o último ponto de concentração, Doomhammer caiu. Em honra à força do valente orc, Thrall pegou a armadura preta de Doomhammer e seu Hammer que continha seu nome e liderou seu povo para sair das prisões.

Thrall conhecia as nações humanas e não iria deixar a Horda relaxar. Felizmente para Thrall, um profeta apareceu em forma de corvo e avisou a Thrall que ele deveria sair de Eastern Kingdoms para as terras distantes de Kalimdor. Thrall, não tendo melhores alternativas, capturou alguns navios humanos e navegou para as novas terras, levando consigo seus orcs. Durante a jornada, os orcs ajudaram uma tribo de trolls escapar de sua ilha que estava afundando. Os Darkspear trolls estavam imensamente gratos pela ajuda de Thrall e se aliaram à Horda.

A fundação de Orgrimmar

Com a batalha de Mount Hyjal sendo uma ameça imediata para o mundo, Thrall achou e fundou um novo lar em Kalimdor. Ele nomeou essa nova terra de Durotar em honra ao seu pai e construiu a cidade de Orgrimmar em honra de Orgrim Doomhammer. Com seus aliados, os taurens e a ajuda dos sobreviventes de Lordaeron sob a liderança de Jaina Proudmoore, ele pôde construir a cidade rapidamente. No entanto, isso não acabaria ali. O Grand Admiral Daelin Proudmoore, pai de Jaina, chegou em Kalimdor (tendo saído antes da guerra procurando por sobreviventes) e lançou um ataque a nação orc. Durante o ataque inicial os trolls Darkspear perderam sua nova casa em Echo Isles e então, com a ajuda do Mok’Nathal meio-orc Rexxar, vieram viver junto aos orcs em Durotar. O witch doctor Vol’jin fez uma aliança eterna de sua tribo com a Horda em recompensa.

Thrall, não sabendo que humanos o atacariam, inicialmente suspeitou que fosse os exércitos de Jaina, mas a lealdade dela foi provada quando ela ajudou os orcs a destruir as forças invasores do Admiral Proudmoore, Jaina Provou ser leal aos Orcs e lutou contra seu próprio pai.

Orcs No Jogo

Os Orcs começam em Valley of Trials, uma região altamente vigiada em Durotar.

Atributos Iniciais

................Base...Hunter...Rogue...Shaman...Warlock...Warrior
Força..........23........23........24........... 24..........23...........26
Agilidade.....17........20........20...........17..........17...........17
Estamina.....22........23........23...........23..........23...........24
Intelecto.....17........17.........17...........18..........19...........17
Espírito.......23........24.........23...........25..........25...........23

Traços Raciais

Blood Fury

Quando ativado aumenta a força de ataque e dano de magias ou força de cura por um valor baseado em seu nível e classe por 15 segundos, porém diminuindo a cura recebida em 50% enquanto estiver ativo. Cooldown de 2 Minutos

Hardiness

Aumenta a resistência a efeitos de perda de consciência em 15%.

Command

Dano dos animais de Hunter e Demônios de Warlocks aumentado em 5%.

Axe Specialization


Aumento da habilidade com machados em 5.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minerador

avatar

Número de Mensagens : 14
Idade : 24
Data de inscrição : 25/06/2008

MensagemAssunto: Re: Inimigos Brutais   Sex Set 12, 2008 12:45 pm

OOOOORRRCCCCSSSS
A raça Mais Temida Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kaleon
Recruta
Recruta
avatar

Número de Mensagens : 94
Idade : 31
Localização : Queimas-Ba
Humor : de bem com a vida, só não vacile ^^
Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: Re: Inimigos Brutais   Sex Set 12, 2008 1:17 pm

Minerador escreveu:
OOOOORRRCCCCSSSS
A raça Mais Temida Twisted Evil

mais eu prefiro os undeads q são a mais bonita
Muahahaha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Inimigos Brutais   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Inimigos Brutais
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Undergen :: Off Topic :: WOW-
Ir para: